Pin it

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Estrutura Metálica de Aço e Alumínio Revestida com Vidros

Fábrica de Artes da Igreja Batista da Lagoinha com Telhado de Vidro que permite aproveitamento da luz natural e agregou elegância ao prédio usado para formação artística de adoradores de Deus em Belo Horizonte.

cobertura de vidro lagoinha princ

Cobertura de Vidro Temperado

 

Cobertura de Vidro

Um antigo prédio de fábrica de tecidos totalmente repaginado para uma Fábrica de Artes. Composta por 70 salas e um Teatro com capacidade para 400 pessoas a edificação foi agraciada com todo o glamour de uma Cobertura de Vidro Digicom no átrio da Igreja, idealizada pelos arquitetos e pastores.

A missão da Digicom Coberturas foi a de garantir o sucesso do projeto, aplicando as melhores técnicas e soluções nesse empreendimento que receberia diariamente muitos ministros da Igreja e alunos das mais diferentes modalidades de cursos oferecidos.

Depois de algumas (poucas) reuniões com os arquitetos e pastores envolvidos no projeto, definimos os parâmetros da cobertura, tais como, formato, tipo do estrutura metálica, acabamentos e revestimento. As soluções apresentadas pela Digicom Coberturas foram prontamente acatadas pelos membros da comissão envolvida e partimos para o planejamento da execução, incluindo a logística, já que a Digicom é sediada na Capital de São Paulo e a obra na Cidade de Belo Horizonte em Minas Gerais.

A equipe da Digicom Coberturas foi fortemente amparada pelos membros da Igreja Batista da Lagoinha que nos proveram de pleno suporte para execução da cobertura de vidro. Desde veículo (com motorista disponível) durante todo período da obra à hospedagens e refeições foram ofertados com excelência 

Estrutura Mista

Para essa Cobertura de Vidro escolhemos uma estrutura metálica do tipo mista com duas camadas: A primeira camada ficou com a responsabilidade estrutural (a que vai suportar as cargas e manter a segurança da cobertura) e a segunda com a função de receber os vidros, que seriam colados com Silicone Estrutural (específico para o sistema Pele-de-Vidro).

Esse sistema foi adotado (duas camadas) pela impossibilidade de colagem dos vidros diretamente na estrutura de aço (principal), pois o tratamento do aço e acabamentos (pintura) foram feitos no local e num ambiente não controlável. A metodologia empregada nesses acabamentos (rolos e pincéis de pintura) impede a perfeita aderência do Silicone Estrutural comprometendo a segurança e vedações. Então adicionamos uma camada, com união parafusada, de tubos de alumínio já tratados e com Pintura Eletrostática na cor branca, garantindo a adesão necessária do silicone.

corrosao galvanica

Corrosão Galvânica

Corrosão Galvânicaestudando 80px

Na união entre o aço e o alumínio uma providência foi necessária: o isolamento dos elementos (aço e alumínio) por um material não condutor.

Metais com diferentes nobrezas, o aço e alumínio possuem características eletroquímicas que quando em contato, um com o outro, podem acelerar a corrosão desses metais. Um feito chamado de Corrosão Galvânica poderia comprometer a obra com o passar do tempo.

Explicando: Como todos os metais possuem potenciais eletroquímicos diferentes o contato desses metais imersos num eletrólito (soluções que permitem a passagem dos elétrons: A umidade, p.ex.) causa esse efeito. Já vimos isso em várias ocasiões, como aqueles parafusos enferrujados no seu portão de alumínio. Isso acontece sempre que unimos dois metais com nobrezas diferentes numa ordem específica. O alumínio é mais nobre que o ferro do parafuso e a área de contato do ferro (menos nobre) é bem menor que a do alumínio (mais nobre), então a corrosão é acelerada quando o conjunto recebe umidade. Essa corrosão não seria acelerada se a ordem fosse invertida, com o parafuso sendo de alumínio e o portão de aço. Claro que estamos falando sobre "aceleração" e não que o ferro do portão não sofrerá corrosão, ele apenas cumprirá seu ciclo de vida, dependendo do tratamento que recebeu (pintura).

Existem no mercado fitas de borracha autoadesivas para essa funcionalidade: isolar metais de nobrezas diferentes e evitar a Corrosão Galvânica.

Os Vidros da Cobertura

O estudo do tipo de material a ser utilizado para revestir a cobertura se iniciou com o Vidro Refletivo [abrirá em outra janela], possibilitando maior controle da iluminação e conforto térmico, mas essa opção foi descartada pelos membros da Igreja. Outra opção era o uso do Policarbonato, que por ser de menor durabilidade e pela sua fragilidade quanto a arranhões, também foi descartado. No artigo Cobertura de Policarbonato ou de Vidro? E agora, José? [abrirá em outra janela] tratamos da comparação entre os materiais.

A preferência foi pelo vidro incolor, já que foi planejada a passagem direta do sol com o melhor aproveitamento da luz natural e por todas as salas serem equipadas com ar condicionado. A cobertura foi revestida com vidros temperados de 8 mm com Filtros Ultravioleta e proteção na face inferior com Poliéster PS4

Os vidros foram acomodados sobre borrachas de polietileno específicas para esse tipo de montagem e a colagem foi executada com Silicone Estrutural na cor preta.

Material Utilizado Nessa Obra

  • Vidro Incolor Temperado de 8mm;
  • Proteção PS4;
  • Estrutura Metálica em Aço e Alumínio;
  • União dos elementos da estrutura com solda de Arco Voltaico tipo MIG;
  • Colagem dos vidros com Silicone Estrutural (Structural Glazing) na cor preta;
  • Guarnições de Borracha de Poliuretano para acomodação dos vidros sobre a estrutura metálica;

Dados da Obra

  • Cliente: Igreja Batista da Lagoinha
  • Fábrica de Artes
  • Região: Belo Horizonte - MG

Desenvolvido pelo Setor de Projetos da Digicom Coberturas. Para maiores informações, consulte nosso Departamento Técnico.
O conteúdo deste site é de propriedade da Digicom Coberturas. Cópias ou transcrições estão condicionadas à nota no rodapé desta página.


 CLIQUE NAS MINIATURAS PARA AMPLIÁ-LAS

Na imagem apliada, clique nas extremidades direita ou esquerda para navegar.

Cobertura de Vidro na Lagoinha-1
Cobertura de Vidro na Lagoinha-2
Cobertura de Vidro na Lagoinha-3
Cobertura de Vidro na Lagoinha-4
Cobertura de Vidro na Lagoinha-5
Cobertura de Vidro na Lagoinha-6
Cobertura de Vidro na Lagoinha-7
Cobertura de Vidro na Lagoinha-8
Cobertura de Vidro na Lagoinha-9
Cobertura de Vidro na Lagoinha-10
Cobertura de Vidro na Lagoinha-11
Cobertura de Vidro na Lagoinha-12
Cobertura de Vidro na Lagoinha-13
Cobertura de Vidro na Lagoinha-14
Cobertura de Vidro na Lagoinha-15
Cobertura de Vidro na Lagoinha-16
Cobertura de Vidro na Lagoinha-17
Cobertura de Vidro na Lagoinha-18
Cobertura de Vidro na Lagoinha-19
Cobertura de Vidro na Lagoinha-20


Dúvidas?

Deixe sua pergunta ou faça um comentário. Login pelo Facebook.

Inspire-se!

  • Cobertura de Policarbonato Automatizada - Marina

    Cobertura de Policarbonato Automatizada - Marina

    O policarbonato refletivo mantendo seu carro fresco, preservando a luz natural e, ainda, criando um ambiente para recreação.  O formato desta cobertura foi com abertura central sincronizada com >>>

  • Cobertura retrátil de vidro

    Como fazer uma Cobertura de Vidro Ideal para você

    Muitos projetos se tornam ineficientes pela falta de estudo do que se pretende com a futura cobertura de vidro. Na realidade a questão é: O que quer que sua cobertura de vidro faça por você? >>>

  • Cobertura de Vidro - Alexandra - Pamplona

    Cobertura de Vidro - Alexandra - Pamplona

    A transformação de uma simples varanda num Espaço Gourmet, onde seria, também, usado como área de recreação da família tinha um requisito especial: Uma cobertura transparente >>>

  • Cobertura de Vidro Laminado em Cajamar

    Cobertura de Vidro Laminado em Cajamar

    Cliente da Digicom Coberturas há vários anos e com várias obras realizadas na sua residência, na cidade paulista de Cajamar, o proprietário decidiu aprimorar ainda mais: Substituir as coberturas em frente a piscina >>>

  • Cobertura para Piscina Retrátil - Moóca

    Cobertura para Piscina Retrátil - Moóca

    Esta piscina recebeu uma cobertura retrátil com vidros refletivos e vidros incolores, permitindo um "Mix de Ambientes". A parte de recreação na água da piscina ficou com os vidros >>>